Concurso Tim Lopes – 3ª Edição
Exploração sexual nas rodovias do Ceará

 

De acordo com a investigação,  existem mais de 50 locais onde o crime acontece, em todo o estado

Conheça aqui os outros vencedores do 3º Concurso Tim Lopes

A equipe do jornal O Povo (CE) aceitou o desafio de expor os principais pontos de exploração sexual infanto-juvenil encontrados à margem das rodovias do Ceará. “Fizemos seis rotas dentro do estado e relatamos mais de 50 locais onde o crime acontece”, revela o jornalista Cláudio Ribeiro. As reportagens e suas denúncias são resultado do projeto vencedor da categoria "Temática Especial" do 3° Tim Lopes de Investigação Jornalística.

O material será publicado em série de nove reportagens, até o próximo dia 25 de dezembro. No último domingo (17/12) foi veiculado caderno especial, revelando os principais pontos de exploração. A matéria publicada ontem (18/12) traz as versões de autoridades, Ministério Público, polícia e prefeitura.

Clique aqui e veja as reportagens

Ao lado de Cláudio, os jornalistas Luiz Campos, Demitri Túlio, Felipe Araújo, o repórter-fotográfico FCO Fonteneli e o motorista Waldir Gomes percorreram mais de quatro mil quilômetros pelas estradas do Ceará. A investigação foi cuidadosa. Entre as precauções tomadas durante a abordagem, os jornalistas analisavam o grau de risco nos locais antes de se identificarem como profissionais de imprensa. Também foi adotada uma série de medidas para preservar as crianças e não colocá-las em risco por causa da apuração. “Uma das jovens que ouvimos citou os nomes de dois delegados que estariam usando a menina para revender craque”, conta Cláudio Ribeiro. O jornalista explica que, em vez de divulgarem os nomes, a equipe entregou uma cópia da fita com o depoimento da garota ao Ministério Público do Estado e vão acompanhar o desenrolar da situação. “O MP vai investigar o caso e essa menina tem que entrar no programa de proteção à testemunha”, completa.

Cláudio Ribeiro enfatiza o grande número de denúncias descobertas. “Encontramos mil e uma histórias. Havia até uma rede de comerciantes que se aproveitavam de meninas”, relata. O repórter elege um pátio de caminhões, localizado no Posto Fiscal da Fazenda no Município de Pena Forte, como o lugar mais crítico dos pontos. Segundo ele, crianças de 12 a 14 são vítimas freqüentes de exploração no local.

A equipe de O Povo é otimista em relação aos resultados da série de reportagens. “As denúncias vão ter um desdobramento, com certeza. A investigação acontece em um momento oportuno, porque aproveitamos a transição de governos para cobrar mais responsabilidade”, diz Ribeiro.

O Concurso Tim Lopes
Iniciativa promovida pela ANDI e o Instituto WCF-Brasil, o concurso estimula a mídia a produzir reportagens aprofundadas sobre a violência sexual, no sentido de investigar o problema e apontar possíveis soluções. Para isso fornece apoio técnico e financeiro aos repórteres premiados para que desenvolvam suas pautas.

O projeto tem o apoio técnico do UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância), da OIT (Organização Internacional do Trabalho), da FENAJ (Federação Nacional dos Jornalistas) e da ABRAJI (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo).

Patrocínio