Migração

UNICEF: perigos na terra natal são principal causa de movimentos migratórios de crianças

Em relatório, UNICEF revela que 75% dos jovens migrantes e refugiados vivendo na Europa decidiram deixar seus países de origem desacompanhados. Para a maioria, porém, a viagem não tinha como destino inicial o continente. Documento aponta que deslocamento é motivado mais por perigos nas comunidades de origem do que por desejo de ir para o território europeu

ONU lança no Brasil campanha para apoiar crianças que fogem da violência na América Central

“Crianças em Fuga” alerta para o flagelo de milhares de crianças que fogem da violência de gangues em países como El Salvador, Honduras e Guatemala. Nos últimos cinco anos, houve aumento alarmante das solicitações de refúgio de pessoas vindas desses países, sendo a maioria crianças desacompanhadas

UNICEF: 300 mil crianças refugiadas e migrantes viajaram desacompanhadas em 2015-2016

Em novo relatório, UNICEF aponta que o número global de crianças refugiadas e migrantes que se deslocam sozinhas atingiu um recorde, aumentando quase cinco vezes desde 2010. 300 mil crianças desacompanhadas de suas famílias foram registradas em cerca de 80 países no biênio 2015-2016, contra 66 mil em 2010-2011

Quase 75 mil refugiados e migrantes correm risco de transtorno mental na Europa; 24 mil são crianças

Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) alertou que 75 mil refugiados e migrantes, incluindo 24,6 mil crianças, estão em risco de transtornos mentais na Grécia, na Bulgária, na Hungria e nos Bálcãs ocidentais. Segundo agência da ONU, os migrantes vivem em um estado prolongado de “limbo”