Exploração Sexual

UNICEF e Facebook lançam ferramenta que fala com adolescentes sobre segurança online

Plataforma de inteligência artificial, batizada de Caretas, é uma experiência virtual que combina ficção e realidade para ajudar adolescentes a compreender os riscos do compartilhamento de imagens íntimas na internet. Jovens a partir de 13 anos interagem no Messenger do Facebook com a personagem fictícia Fabi. A narrativa é construída usando textos, fotos, vídeos e mensagens de áudio

Campanha Defenda-se orienta crianças a curtirem o Carnaval de forma segura

De acordo com o último balanço anual do Dique 100, das 84.163 denúncias ocorridas em 2017, 20.331 (24%) são casos de violência sexual, representando um aumento de 29% de denúncias de 2016 para 2017. Além disso, 72% das vítimas foram meninas no ano passado. Entre as principais vítimas estão as crianças de 4 a 11 anos, público prioritário da campanha Defenda-se, com 34% das denúncias

Crianças representam 51% de refugiados; especialistas da ONU pedem mais proteção

Muitas crianças atualmente sofrem exploração sexual e trabalhista em meio a ações “ineficazes” de países em todo o mundo. Ao final de 2015, 28 milhões de crianças haviam sido deslocadas pela violência e por conflitos – das quais 17 milhões haviam sido deslocadas internamente, 1 milhão eram requerentes de asilo e 10 milhões refugiadas