Infância e Juventude

ANDI e Unesco apresentam a pesquisa "Análise da educação na mídia 2016-2017", sobre as tendências da cobertura do tema nas plataformas online no período

Em pesquisa de análise da cobertura de educação no Brasil, o Correio Braziliense aparece como o jornal que mais abordou o assunto entre 2016 e 2017. Os destaques dos resultados do estudo foram divulgados no dia 07 de agosto, durante o segundo Congresso Internacional de Jornalismo de Educação, em São Paulo.

Vídeos sobre direitos da infância são disponibilizados em libras e audiodescrição

Entre os materiais estão as séries de vídeo da Campanha Defenda-se, que promove a autodefesa de crianças contra violência sexual; a série Brincadiquê? Pelo Direito ao Brincar, voltado especialmente para educadores e gestores da educação infantil; e o documentário Territoriar: Ambientes Educativos Inspiram novas aprendizagens, desenvolvido para todos os profissionais do Sistema de Garantia de Direitos

UNICEF: dois em cada três bebês vivem em países onde homens não têm licença-paternidade remunerada

Quase 90 milhões de crianças com menos de um ano de idade vivem em países onde os pais não têm direito, por lei, a um único dia de licença-paternidade remunerada, segundo nova pesquisa do UNICEF. Brasil não está entre essas nações, mas sua dispensa trabalhista para homens que acabam de ter filhos foi considerada relativamente curta

Visão Mundial desenvolverá diagnóstico sobre atendimento socioeducativo a adolescentes e jovens

De acordo com o último levantamento da Secretaria Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, órgão do Ministério dos Direitos Humanos, existe no Brasil um número total de 25.929 adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em atendimento socioeducativo nas unidades voltadas à restrição e privação de liberdade.

Em Brasília, agência da ONU apoia festival de cinema e gastronomia sobre movimentos migratórios

Chega a Brasília o festival Cine MigrArte Mais Cinema Menos Muros, que promoverá exibições de curtas-metragens, debates sobre audiovisual e trocas gastronômicas. Filmes produzidos no Distrito Federal e fora do Brasil serão apresentados em diferentes localidades, em sessões mensais até agosto, sempre aos sábados das 16h às 22h. Evento tem o apoio institucional da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR)