Arquivo: 
Download pdf (1.34 MB)
Realização: 

Red ANDI América Latina, Unicef, Petrobras, Save the Children Suécia e Avina.

Rede ANDI América Latina
Ano: 
2009

As organizações que integram a Rede de Agências de Notícias dos Direitos da Infância da América Latina (Rede ANDI América Latina) acreditam que a comunicação é uma ferramenta essencial para o processo de desenvolvimento dos países do continente. Por essa razão, atuam na mobilização e capacitação de jornalistas e no monitoramento da imprensa em 12 nações da região.

A Rede ANDI América Latina nasceu em 2003 como uma iniciativa conjunta de organizações não-governamentais comprometidas com a promoção dos direitos da criança e do adolescente. Sua tarefa é apoiar a consolidação de uma cultura jornalística que fortaleça a visibilidade pública das políticas prioritárias para esse segmento populacional e contribua para o desenvolvimento humano e social, a igualdade e a equidade.

Cada agência da Rede ANDI está respaldada, em nível local, por uma organização social de reconhecido prestígio na área dos direitos humanos, comunicação e desenvolvimento de seu país.

São objetivos da Rede:

• Impulsionar uma prática de comunicação socialmente responsável entre os jornalistas, as empresas do setor, as fontes de informação e os demais atores sociais, com foco nas políticas públicas.

• Promover os direitos à informação e à comunicação, sem nenhum tipo de discriminação.

• Contribuir com os processos de governança democrática e de democratização das sociedades latino-americanas, por meio da promoção da participação cidadã no controle social.

• Construir sistemas de informação nacionais e regionais que fortaleçam o debate público sobre a agenda social.

• Promover a participação efetiva de crianças e adolescentes em diferentes espaços sociais, com especial atenção às atividades relacionadas ao setor de comunicação.

• Promover o intercâmbio de experiências na área de comunicação e direitos entre as organizações integrantes da Rede e na sociedade como um todo.

Um ano depois de sua criação, a Rede ANDI América Latina foi reconhecida como um dos três projetos de desenvolvimento mais inovadores do mundo. O prêmio foi oferecido pelo Governo do Japão e por The Global Development Network, uma iniciativa associada ao Banco Mundial.