Arquivo: 
Download pdf (1.1 MB)
Realização: 

Esta publicação é uma realização da ANDI, do Instituto Ayrton Senna e da Unesco, com apoio do Unicef.

Os Jovens na Mídia - Violência: A escola na fronteira do inferno (6ª edição)
Ano: 
1999

Apresentação

Esta é a sexta edição da Pesquisa ANDI - Os Jovens na Mídia - período novembro de 1998 a abril de 1999 - editada pela ANDI - Agência de Notícias dos Direitos da Infância (única responsável pelos dados nela contidos).

Temos a satisfação de informar que os projetos de mídia jovem da ANDI abraçam agora novas alianças: a Unesco - Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura e o Instituto Ayrton Senna, além do Unicef, nosso parceiro de longa data.

A Pesquisa ANDI - Os Jovens na Mídia, portanto, passa a ser elaborada em aliança com o Instituto Ayrton Senna e a Unesco e com apoio do Unicef, procurando retratar a atuação quantitativa dos veículos voltados para os adolescentes - tanto os suplementos e páginas de jornais, quanto as revistas.

Através de indicadores quantitativos e da Análise de Comportamento Editorial, a ANDI procura também oferecer uma ampla radiografia do tratamento dado aos temas considerados de Relevância Social, fundamentais para a formação do adolescente.

O comportamento das publicações dirigidas aos jovens em relação a alguns destes temas é contemplado com gráficos e avaliações específicas.

Além disto, publicamos gráficos que traduzem o desempenho dos veículos por categoria (suplementos formato standard e formato tablóide, páginas de jornais e revistas) e por região de origem. Este detalhamento permite reconhecer diferenças importantes no comportamento de editores e/ou público, em especial no que se refere à valorização das temáticas socialmente significativas.

Embora não sejam publicados no corpo da Pesquisa ANDI - Os Jovens na Mídia, produzimos gráficos relativos ao desempenho individual de cada veículo no que se refere a 30 diferentes temas. Caso você deseje cópia do gráfico correspondente a uma publicação em especial, entre em contato com a ANDI. Cópias das edições anteriores da Pesquisa também podem ser solicitadas.