18 de Novembro de 2016
A Primeira Infância e os Desafios do Milênio é o tema da IX Semana de Valorização da Primeira Infância e Cultura de Paz

A Comissão de Valorização da Primeira Infância e Cultura da Paz do Senado Federal comemora dez anos de ações com mais uma edição da “Semana de Valorização da Primeira Infância e Cultura de Paz”. A 9ª Semana acontecerá nos dias 22, 23 e 24 de novembro, em Brasília, no Senado Federal, e traz como tema “A Primeira Infância e os Desafios do Milênio”. O evento é gratuito e aberto à comunidade, e tem como público-alvo representantes dos Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário, pedagogos, educadores, profissionais da saúde, psicólogos, além do público em geral interessado na temática.

Contando mais uma vez com o apoio da Embaixada da França, a Semana terá a participação de profissionais brasileiros e franceses, engajados em trazer novas informações do campo da ciência e da prática educacional que contribuam para a prática social de garantir mais atenção à Primeira Infância, período da vida humana vai desde a concepção do bebê até os seis anos de idade, e é considerada a fase primordial da formação e desenvolvimento da pessoa. Entre os palestrantes internacionais, destaca-se a presença de Alain Ducousso-Lacaze, professor de Psicopatologia Clínica na Universidade de Potiers, que trabalha ha muitos anos com a evolução nas organizações familiares e agora dirige na França uma pesquisa sobre o modo como se constroem os laços familiares dos pais e das crianças homoafetivas.

Além da palestra do especialista francês, outros temas que abordam a homoafetividade serão tratados como os aspectos jurídicos na adoção em famílias homoafetivas, assim como os desafios emocionais para as famílias homoafetivas e a visibilidade social dessas famílias.

A programação inclui a realização de debates com palestrantes, cujos temas se concentram nos desafios do milênio na educação das crianças brasileiras e abrangem as novas constituições familiares; o impacto no brincar e na vida em geral das crianças com a entrada maciça da tecnologia no cotidiano infantil; a terceirização no cuidar e na mediação social das crianças; a importância da educação sobre transmissão transgeracional; as infâncias ainda invisíveis no País; e o impacto de separações parentais, tanto por divórcio quanto pela impossibilidade do convívio, especialmente da figura paterna.

A primeira dama, Marcela Temer, embaixadora do Programa Criança Feliz, foi convidada para o evento. Marcela recebeu nesta semana a presidente da Comissão da Primeira Infância e Cultura do Paz do Senado, Lislie Lucena, na primeira audiência oficial que realizou como embaixadora do programa.

No encerramento do evento, haverá o lançamento de a livros que versam sobre a Primeira Infância, como forma democrática de perpetuar os conhecimentos adquiridos no evento e difundi-los para aqueles que não puderam estar presentes.

A Comissão tem por meta realizar eventos e ações anuais, como também publicações, com o objetivo de aportar novas informações do campo da ciência e da prática educacional que contribuam para que o poder público e a sociedade possam dar mais atenção à Primeira Infância. O órgão atua na consolidação da Rede Nacional Primeira Infância, juntamente com entidades da sociedade civil. No âmbito do Legislativo, a Comissão incentiva e difunde iniciativas dos Senadores sobre o tema.

Todos os especialistas que participam dos eventos por ela organizados, assim como os integrantes do Comitê Científico, são voluntários.

 

IX Semana de Valorização da Primeira Infância e Cultura de Paz

Tema: A Primeira Infância e os Desafios do Milênio

Data: 22, 23 e 24 de novembro de 2016

Local: Auditório Petrônio Portela, Senado Federal – Brasília/DF

Organização: Comissão de Valorização e Cultura da Paz – Senado Federal +55 61 3303-3423

Inscrições: https://goo.gl/MfwKmY

Facebook: https://goo.gl/WxJDbw

 

Patrocínio
Petrobras
Publicações
O guia procura orientar os profissionais de comunicação para uma cobertura qualificada e contextualizada do tema oferecendo referências às políticas públicas, esclarecendo conceitos e sugerindo fontes.