12 de Agosto de 2015
Prêmio de jornalismo sobre educação recebe inscrições até 18 de setembro

A educação brasileira tem muitos desafios. Um deles é mostrar as boas iniciativas que estão em andamento em cada município: ações que ajudam a melhorar o ensino e a aprendizagem no Brasil.

Foi pensando nisso que a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) lançou, neste ano, o Prêmio Undime de Jornalismo, que conta com o apoio da UNESCO e do UNICEF. O objetivo é valorizar e reconhecer a prática jornalística voltada à identificação e discussão de boas iniciativas municipais na educação básica pública.

As inscrições vão até 18 de setembro de 2015. São quatro categorias: mídia impressa (jornal ou revista), telejornalismo, radiojornalismo e webjornalismo. Em cada categoria, a premiação será de R$ 18 mil para o trabalho vencedor; R$ 12 mil para o segundo colocado; e R$ 8 mil para o terceiro lugar. A critério da comissão julgadora, poderá haver uma menção honrosa, no valor de R$ 5 mil.

Dentre os vencedores, serão selecionados cinco profissionais que concorrerão a uma bolsa de estudos (somente matrícula e mensalidades) para curso de pós-graduação em jornalismo na Universidad Autónoma de Madrid, na Espanha, durante um ano. Após o curso, o bolsista poderá fazer estágio remunerado de um ano na sucursal do jornal “El País”, no Brasil.

Para participar, é preciso ter o registro profissional de jornalista. Os trabalhos inscritos devem ter sido publicados e/ou veiculados a partir de 1º de janeiro de 2014. Confira mais detalhes no Regulamento: premio.undime.org.br

A 1ª edição do Prêmio Undime de Jornalismo conta com a parceria da Fundação Itaú Social, da Fundação Lemann, da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO no Brasil), da Organização dos Estados Ibero-Americanos (OEI), do Instituto C&A, do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e da Fundação Santillana.

Fonte: ONU Brasil

Patrocínio
Petrobras
Publicações
O guia procura orientar os profissionais de comunicação para uma cobertura qualificada e contextualizada do tema oferecendo referências às políticas públicas, esclarecendo conceitos e sugerindo fontes.