09 de Junho de 2017
Plataforma EduLivre oferece experiência inovadora de aprendizagem para jovens que sonham com o emprego

O Projeto Educação Livre (EduLivre) lança sua plataforma digital, na próxima segunda-feira (12/06/2017), com o objetivo oferecer aos jovens, entre 16 e 29 anos, conteúdos sobre as habilidades necessárias para o desenvolvimento pessoal e para a sua preparação para o mercado de trabalho.

“O movimento para transformar a educação e aproximar a sala de aula e a realidade de vida dos jovens e do mercado de trabalho não é novo. O que fazemos diferente é a abordagem. O EduLivre fala a linguagem do jovem porque eles participaram direta e colaborativamente”, ressalta Márcio Guerra, Líder do projeto.

Durante a ação do dia 12, que será em frente ao Conjunto Nacional de Brasília, a equipe EduLivre vai apresentar aos jovens a plataforma, orientar sobre como aproveitar todo o potencial e como colaborar na transformação da educação.

A plataforma Educação Livre oferece conteúdos digitais, onde o jovem pode estudar sozinho. O foco são as habilidades pessoais, socioemocionais e competências básicas em língua portuguesa e matemática. O conteúdo oferece uma conexão direta com a vida real e o mundo do trabalho.

O conteúdo EduLivre é desenvolvido e selecionado com base na abordagem de microaprendizagem, em uma linguagem direcionada ao jovem - direta e divertida. Os atores Leônidas Fontes e Saulo Pinheiro, da Cia. de Comédia SeteBelos, assinam alguns vídeos da plataforma.

O Projeto Educação Livre tem como premissa dar autonomia ao jovem na jornada da aprendizagem e considera estratégica a questão do engajamento e uso da plataforma. Para isso usa uma metodologia de engajamento presencial, desenvolvida e vivenciada com jovens. Mais de cinco mil jovens já usaram e ajudaram a construir a plataforma EduLivre.

O EduLivre também está formando uma rede de voluntariado e de empresas parceiras, entre elas o Instituto Alpargatas, Instituto Votorantim, ONG Ponto Cidadão (PE) e ONG Dom Bosco (PE). Há também parcerias com a Secretaria do Trabalho, em Carpina (PE) e com a secretaria da Criança e do Adolescente, em Brasília (DF).

O Projeto Educação Livre - Aprendizagem Digital para Inclusão no Mundo do Trabalho - é uma iniciativa do Departamento Nacional do Serviço Social da Indústria (SESI) e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), em parceria com a UNESCO no Brasil.

Você sabia?

Segundo dados da última PNAD (2015), no Brasil, há 44,7 milhões de jovens entre 16 e 29 anos. Desses, 24,6 milhões são de baixa renda, 13 milhões de jovens estão sem emprego e 2,9 milhões não tem ensino médio completo.

De acordo com dados do Censo Escolar (2015), 8% dos alunos que se matricularam no Ensino Médio, abandonaram os estudos antes do final do ano letivo.

O EduLivre quer transformar a vida desses jovens e oferecer oportunidades para que eles realizem seus sonhos de vida.

Saiba mais
Plataforma: www.edulivre.org.br
Facebook: www.facebook.com/somosedulivre
Twitter: www.twitter.com/somosedulivre

Informações à imprensa
Laura Gris - laura@edulivre.org.br / (61) 9 8374-9435/9 9219-8032
Ricardo Matos - ola@edulivre.org.br / (61) 3317-1100
Ana Lúcia Guimarães - a.guimaraes@unesco.org / (61) 2106-3536/9 9966-3287
Fabiana Pullen - f.sousa@unesco.org / (61) 2106-3596

 

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Este guia integra uma série de publicações editadas pela ANDI – Comunicação e Direitos ao longo da última década, com o objetivo de contribuir para o aprimoramento da cobertura jornalística.