16 de Outubro de 2015
No Dia Internacional das Mulheres Rurais, ONU destaca necessidade de promover igualdade de gênero

Nesta quinta-feira (15), Dia Internacional das Mulheres Rurais, o secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, destacou a necessidade de criar mais oportunidades para as mulheres do campo, que desempenham um papel crucial no progresso das famílias de agricultores e das economias locais e nacionais. O dirigente da ONU ressaltou também que a data está sendo celebrada logo após a adoção da Agenda 2030, cujos objetivos dependem do apoio das mulheres para serem cumpridos.

“Os novos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) têm a igualdade de gênero e o empoderamento feminino no seu cerne e incluem uma meta para dobrar a produtividade da agricultura e os salários de pequenos produtores de alimentos, em particular das mulheres”, afirmou o secretário.

Segundo Ban Ki-moon, as mulheres rurais “são a espinha dorsal dos meios de vida sustentáveis”, garantindo a segurança alimentar de suas comunidades. Contudo, é necessário assegurar que elas também possam usufruir do desenvolvimento. Nos países emergentes, 43% da mão de obra rural é composta por mulheres, mas muitas delas não são proprietárias da terra onde trabalham, nem possuem qualquer expressão significativa nos governos locais.

Para a diretora executiva da ONU Mulheres, Phumzile Mlambo-Ngcuka, é fundamental combater as barreiras que impedem o acesso das mulheres rurais à educação, à assistência médica, a remédios e aos direitos reprodutivos e sexuais. Segundo indicadores dos Objetivos do Milênio, esse público ainda sofre desproporcionalmente com pobreza, violência e discriminação, em comparação com homens e mulheres que vivem nas cidades.

Fonte: ONU Brasil

Patrocínio
Petrobras