06 de Janeiro de 2012
Instituto C&A divulga os vencedores da segunda edição do concurso Escola de Leitores

O Instituto C&A divulgou no fim de dezembro os vencedores da segunda edição do concurso Escola de Leitores, que integra o programa Prazer em Ler. Foram selecionados 24 projetos, entre 293 inscritos, desenvolvidos por escolas das redes municipais de Natal (RN), Porto Alegre (RS), Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP). As escolas vencedoras receberão três prêmios: R$ 12.000 para o desenvolvimento do seu projeto de leitura; formação e acompanhamento técnico entre março de 2012 e fevereiro de 2013 e uma viagem de intercâmbio à Colômbia para dois professores de cada escola premiada.

O concurso Escola de Leitores tem como objetivo fortalecer a mobilização de comunidades escolares para a implementação, aprimoramento e consolidação de projetos de promoção da leitura literária e de formação de leitores de literatura em redes municipais de ensino. Nesta edição, o Instituto C&A elegeu sete projetos de escolas do Rio de Janeiro e de São Paulo (redes municipais com mais de 500 unidades educativas) e cinco projetos de Porto Alegre e Natal (redes municipais com menos de 500 unidades educativas). Confira listagem no final do texto.

O processo de seleção das escolas envolveu diversos especialistas e foi realizado em quatro etapas: triagem inicial, triagem qualitativa, avaliação técnica e visitas técnicas. Entre os critérios de seleção estavam convergência com o propósito do concurso, coerência no orçamento, abordagem dos quatro eixos do programa Prazer em Ler (espaço, acervo, mediação e gestão) e histórico de promoção da leitura na escola.

A segunda edição do concurso acontece em parceria com as Secretarias Municipais de Educação das cidades participantes. O Instituto C&A também conta com o apoio de quatro organizações, que atuam como formadoras locais junto às escolas. São elas: o Instituto de Desenvolvimento da Educação (IDE), em Natal; a Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ), no Rio de Janeiro; o Centro de Estudos A Cor da Letra, em São Paulo; e o Cirandar – Centro de Integração de Redes Sociais e Culturas Locais, em Porto Alegre.

Já a primeira edição do concurso Escola de Leitores foi realizada entre 2009 e 2010 nas cidades de São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Natal (RN) e Paraty (RJ). Na ocasião, 22 escolas selecionadas receberam recursos financeiros e acompanhamento técnico para a implementação de seus projetos de leitura. Além disso, 41 professores realizaram um intercâmbio para a Colômbia em agosto de 2010.

O programa Prazer em Ler do Instituto C&A visa promover a formação de leitores e desenvolver o gosto pela leitura, por meio de ações continuadas e sustentáveis e de articulações com distintos agentes envolvidos com a leitura no Brasil.

Mais informações no site do Instituto C&A.

Instituto C&A
O Instituto C&A, criado em 1991, concebe, planeja, gerencia e executa a política de investimento social da empresa C&A. Sua missão é promover a educação de crianças e adolescentes das comunidades onde a C&A atua, por meio de alianças e do fortalecimento de organizações sociais. Atualmente, o trabalho do Instituto C&A abrange organizações sociais que atuam em 84 cidades.

O Instituto C&A organiza suas atividades e programas em torno de três áreas: Educação, Arte e Cultura; Desenvolvimento Institucional e Comunitário; e Mobilização Social. Os programas desenvolvidos são Prazer em Ler, Educação Integral, Educação Infantil, Redes e Alianças, Desenvolvimento Institucional e Voluntariado.

Desde sua fundação, o Instituto C&A já investiu cerca de US$82 milhões em 1,5 mil projetos sociais em todo o Brasil, envolvendo aproximadamente 1 milhão de pessoas, especialmente crianças, adolescentes e educadores.

Máquina da Notícia
Rení Tognoni – reni.tognoni@grupomaquina.com – (11) 3147-7912
Cristiane Freitas – cristiane.freitas@maquina.inf.br - (11) 3147-7443
Paloma Costoya – paloma.costoya@grupomaquina.com – (11) 3147-7406

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Este guia integra uma série de publicações editadas pela ANDI – Comunicação e Direitos ao longo da última década, com o objetivo de contribuir para o aprimoramento da cobertura jornalística.