18 de Julho de 2012
Indiferença social e institucional é a base do crescimento das mortes de crianças e adolescentes no Brasil

O Brasil ocupa a 4ª posição no ranking de homicídios contra crianças e adolescentes, entre 92 países pesquisados. Os índices nacionais superam entre 50 e 150 vezes os de países como Inglaterra, Portugal, Irlanda, Itália, e Egito. A constatação está no Mapa da Violência 2012 Crianças e Adolescentes do Brasil, coordenado pelo sociólogo Julio Jacobo Waiselfisz, do Centro Brasileiro de Estudos Latino-Americanos, Cebela.

Leia a íntegra no Blog Direitos, Infância e Agenda Pública.

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Publicação mapeia os principais riscos a que estão expostos crianças e adolescentes nas cidades-sede do Mundial 2014 e apresenta as iniciativas desenvolvidas pela sociedade brasileira para garantir os direitos fundamentais desses grupos etários.