05 de Setembro de 2012
Desemprego juvenil mundial aumentará nos próximos cinco anos

O estudo Panorama Mundial do Emprego: Perspectivas pouco Animadoras para os Jovens do Mercado Laboral, realizado pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) avaliou que o desemprego entre os jovens ficou pior em nível mundial à medida que a crise do euro se propagou e atingiu as economias de países emergentes.

O relatório afirma que em cinco anos haverá uma diminuição gradual da taxa de desemprego juvenil nos países desenvolvidos, de 17,5% neste ano para 15,6% em 2017. A redução nas taxas está relacionada ao fato de que muitos jovens deixaram de procurar emprego, e estes não são considerados desempregados.

Os países mais afetados estão no Norte da África e no Oriente Médio, onde o índice de jovens desempregados fica acima de 25% e pode aumentar ainda mais. No Sudeste Asiático as previsões indicam crescimento de 9,5% este ano para 10,4% em 2017. A expectativa é de poucas mudanças na América Latina, no Caribe e na África Subsaariana.

Sugestão de fontes:

Irene Rizzini
Especialista em trabalho infantil
Telefone: (21) 2259-2908
Email: irenerizzini@yahoo.com.br
Página Web: www.ciespi.org.br

Renato Mendes
Coordenador Nacional do programa para eliminação do trabalho infantil
Organização Internacional do Trabalho (OIT)
Telefone: (61) 2106-4600

Patrocínio
Petrobras
Publicações
O guia procura orientar os profissionais de comunicação para uma cobertura qualificada e contextualizada do tema oferecendo referências às políticas públicas, esclarecendo conceitos e sugerindo fontes.