31 de Agosto de 2012
Brasil é “seguidor” quando o assunto é tecnologia da informação, constata IPEA

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) produziu um levantamento da evolução das telecomunicações no País e constatou um grande atraso. A produção nacional científica na área é incipiente e o Brasil foi qualificado como “seguidor”, uma vez que lança tecnologias com anos de atraso.

O estudo está disponível na publicação Tecnologias da Informação e Comunicação: Competição, Políticas e Tendências. Samuel César da Cruz Júnior, técnico do Ipea, aponta que a segurança da informação é outro ponto crítico no País. O volume de produção, armazenamento e transferência de dados é muito grande, e o sistema de proteção é muito vulnerável comparado a de outros países.

Várias são as medidas a serem adotadas para melhorar este quadro: conscientização dos usuários e das empresas, articulação entre as agências reguladoras e maior regulação das redes. Porém, os autores apontam que qualquer mudança neste quadro será de longo prazo e deverá passar pela educação.

Sugestão de Fonte

Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Telefone: (61) 3351-5422/ 3315-5301
www.ipea.gov.br

Lei a íntegra: http://www.ebc.com.br/2012/08/brasil-esta-entre-paises-mais-vulneraveis-em-seguranca-da-informacao-dizem-pesquisadores-do

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Este guia integra uma série de publicações editadas pela ANDI – Comunicação e Direitos ao longo da última década, com o objetivo de contribuir para o aprimoramento da cobertura jornalística.