Renata Mariz

Ser Jornalista Amiga da Criança, para mim, significa reforçar algo que eu já fazia antes, que era estar atenta aos temas relevantes não só para a infância mas para a defesa dos direitos humanos de uma forma geral. É claro que ter esse diploma leva a uma responsabilidade maior. Sinto-me parte de um exército com uma missão nobre. As barreiras a serem vencidas são o tempo escasso que temos para analisar, selecionar e apurar as notícias. Outra luta é pelo espaço. Convencer, sensibilizar, mostrar a importância de temas muitas vezes relegados pelo jornalismo diário é também um exercício constante. Um esforço que vale a pena quando se acredita na importância da função desempenhada.

Renata Mariz
11 de Setembro de 2012
Patrocínio
Petrobras