13 de Dezembro de 2013
SP: Instituto Butantan produzirá vacina contra coqueluche para grávidas

Veículo: 
Alagoas 24 Horas

O Instituto Butantan, em São Paulo (SP), anunciou nesta quinta-feira (12) o início de produção de uma vacina que em 2014 deverá imunizar sete milhões de grávidas brasileiras contra a coqueluche. Trata-se de uma versão acelular da vacina contra a coqueluche, que será desenvolvida a partir da produção local do componente acelular do imunobiológico pertussis, por conta de acordo com a empresa GlaxoSmithKline (GSK). Dessa forma, será possível aplicá-la em mulheres grávidas e proteger os bebês em gestação. A imunização contribuirá tanto para diminuir a transmissão da doença de mãe para filho quanto para proteger recém-nascidos que ainda não completaram as três doses da vacina recomendado pela rede pública de saúde, informa o Butantan. O conhecimento na produção de vacinas contra difteria e tétano do Instituto será transferido para a produção do componente acelular contra a coqueluche, "desenvolvendo, desta forma, uma nova vacina que irá imunizar contra as três doenças", informa o Butantan. A nova vacina será oferecida pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Este guia integra uma série de publicações editadas pela ANDI – Comunicação e Direitos ao longo da última década, com o objetivo de contribuir para o aprimoramento da cobertura jornalística.