17 de Junho de 2013
PA: Santa Casa confirma 25 mortes de bebês

Veículo: 
Amazônia Jornal

Vinte e cinco bebês morreram somente neste mês de junho na Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará, em Belém. Nove deles, filhos de mães adolescentes e que chegaram à instituição com problemas sérios por conta da falta do acompanhamento correto do pré-natal. A maioria das crianças nasceu com menos de três quilos e com doenças congênitas, provocadas por algum tipo de doença adquirida pela mãe durante a gestação, como a pressão alta (eclâmpsia), sífilis e infecção urinária. A administração da Santa Casa e a Secretaria de Estado de Saúde (Sespa) descartam que a causa seja infecção hospitalar, por passar constantemente por fiscalização da Vigilância Sanitária. Na tarde do dia 14, o secretário estadual Hélio Franco, convocou a imprensa para antecipar o registro das mortes dos recém-nascidos antes que tomasse uma proporção alarmante à população, sobretudo, entre as famílias das crianças que estão internadas na Santa Casa. Ela informou que as mortes dos bebês tiveram várias causas.

Patrocínio
Petrobras
Publicações
O guia procura orientar os profissionais de comunicação para uma cobertura qualificada e contextualizada do tema oferecendo referências às políticas públicas, esclarecendo conceitos e sugerindo fontes.