17 de Junho de 2013
PA: Santa Casa confirma 25 mortes de bebês

Veículo: 
Amazônia Jornal

Vinte e cinco bebês morreram somente neste mês de junho na Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará, em Belém. Nove deles, filhos de mães adolescentes e que chegaram à instituição com problemas sérios por conta da falta do acompanhamento correto do pré-natal. A maioria das crianças nasceu com menos de três quilos e com doenças congênitas, provocadas por algum tipo de doença adquirida pela mãe durante a gestação, como a pressão alta (eclâmpsia), sífilis e infecção urinária. A administração da Santa Casa e a Secretaria de Estado de Saúde (Sespa) descartam que a causa seja infecção hospitalar, por passar constantemente por fiscalização da Vigilância Sanitária. Na tarde do dia 14, o secretário estadual Hélio Franco, convocou a imprensa para antecipar o registro das mortes dos recém-nascidos antes que tomasse uma proporção alarmante à população, sobretudo, entre as famílias das crianças que estão internadas na Santa Casa. Ela informou que as mortes dos bebês tiveram várias causas.

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Este guia integra uma série de publicações editadas pela ANDI – Comunicação e Direitos ao longo da última década, com o objetivo de contribuir para o aprimoramento da cobertura jornalística.