Arquivo: 
Download pdf (2.64 MB)
Realização: 

ANDI e o Instituto ETHOS

Empresas & Imprensa - Pauta de Responsabilidade
Ano: 
2006

A ideia de produzir o primeiro estudo no Brasil sobre o tratamento dado pela mídia impressa à Responsabilidade Social Empresarial nasceu da necessidade do Instituto Ethos de avaliar – quanti-qualitativamente os avanços e as principais dificuldades da cobertura jornalística do tema.

Um intenso esforço tem sido desenvolvido para aproximar o jornalista da RSE, a fim de tornar o debate acerca desse conceito mais consistente e crítico – cursos, publicações, eventos, matérias, o Prêmio Ethos e a Rede Ethos de Jornalistas.

No caso específico da Rede – projeto de capacitação em RSE para jornalistas -, o contato regular com a mídia, especialmente por meio de seminários, torna urgente um tipo de análise que apresente elementos para aprimoramento do trabalho que vem sendo realizado desde 2000.

Atualmente, é visível a ocorrência de um fenômeno de mão dupla. Se por um lado é crescente o número de jornalistas com maior grau de comprometimento com o assunto, cujas matérias refletem essa postura e contemplam a visão da Responsabilidade Social Empresarial já como modelo de gestão, por outro não raro sentimos a necessidade de investir num processo continuo de capacitação nas redações, em função de variáveis externas como a rotatividade própria da profissão; a permanente confusão entre Responsabilidade Social Empresarial, Investimento Privado e filantropia; a necessidade de ampliação de uma cobertura mais aprofundada; e as características regionais de cada mídia.

Tal cenário estimulou o Instituto Ethos a estabelecer uma parceria com a ANDI – Agência de Notícias dos Direitos da Infância com o propósito de diagnosticar como se dá no cotidiano a cobertura da RSE nos jornais brasileiros. A metodologia de pesquisa, nesse primeiro momento, foi aplicada à mídia impressa: páginas, editorias, notas, cadernos especiais e colunas. Como resultado, não temos somente números. Enveredamos pela abordagem minuciosa da história desse movimento; pelas discussões conceituais; pela opinião de diferentes  atores; pela responsabilidade social das empresas de comunicação, entre outros aspectos.

Esse detalhamento em torno da RSE tem como objetivo fornecer à mídia – em um único documento – não só um diagnóstico de sua própria produção jornalística como também informações nacionais e internacionais, dados, ferramentas e dicas para a construção de uma cobertura qualificada e capaz de colaborar para a transformação social.

O estudo que você tem em mãos contou com a inestimável participação de especialistas no assunto, fontes de informação, jornalistas, empresários, professores, parceiros. Traz, além disso, entrevistas, artigos e sugestões de abordagem sobre o tema para os profissionais de comunicação.

Depois de horas e horas de discussão, revisões, pesquisas, consensos, reuniões e leituras, esperamos oferecer ao profissional de comunicação um instrumento útil, que facilite a compreensão da RSE e, como consequência, o estimule a ter uma abordagem mais abrangente do assunto. Os primeiros frutos desse esforço coletivo já aparecem com o apoio fundamental da Fundação Avina: por um lado, está sendo viabilizada uma versão em espanhol do presente volume; por outro, vem sendo replicada sob coordenação da ANDI, em oito países ibero-americanos, a metodologia de análise de mídia que deu origem aos conteúdos apresentados a seguir. Esperamos, assim, que essas reflexões não somente colaborem com o trabalho da mídia nacional como também possam ultrapassar fronteiras.