12 de Dezembro de 2013
Votação do Plano Nacional de Educação é mais uma vez adiada

Veículo: 
A notícia foi publicada nos principais jornais do País

A votação do Plano Nacional de Educação (PNE) foi adiada para a próxima terça-feira (17), no Senado. O tema continua gerando impasse entre os parlamentares e não há acordo entre base governista e a oposição. A próxima sessão, além de votar o texto do senador Alvaro Dias (PSDB/PR), que foi aprovado na semana passada pela Comissão de Educação em dois minutos, também apreciará o substitutivo do senador Vital do Rêgo (PMDB/PB), apresentado sem os pontos de discordância do governo. A universalização do atendimento de estudantes com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades na rede regular de ensino, e não em escolas especiais, é uma das metas do PNE que permanece sem consenso entre os parlamentares. A destinação de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) para educação é outro tema polêmico do plano. Segundo o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, a questão de financiamento ainda não está assegurada com a destinação de 75% dos royalties do petróleo para o setor.

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Publicação mapeia os principais riscos a que estão expostos crianças e adolescentes nas cidades-sede do Mundial 2014 e apresenta as iniciativas desenvolvidas pela sociedade brasileira para garantir os direitos fundamentais desses grupos etários.