03 de Janeiro de 2012
Valor mínimo a ser aplicado em aluno da escola pública terá acréscimo de 21% em 2012

Veículo: 
A notícia foi publicada nos principais jornais do País

O investimento anual mínimo para cada aluno da rede pública será ampliado em 2012 para R$ 2.096, 68, conforme fixado pelo Ministério da Educação (MEC). Esse será o custo mínimo dos estudantes dos primeiros anos do ensino fundamental (1.º ao 5.º ano). Será, também, a base para calcular o quanto as redes de ensino (municipal e estadual) vão aplicar para custear as matrículas de cada etapa da educação básica, creche, pré-escola, ensino fundamental e médio. O patamar definido pelo ministério em portaria publicada na última semana é 21,75% maior do que o referente a 2011, de R$1.722,05. O valor é calculado com base na estimativa de arrecadação dos impostos e contribuições que compõem o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb). Em 2012, o estado com a previsão de maior investimento por aluno será Roraima, com R$ 3.531,27.

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Este guia integra uma série de publicações editadas pela ANDI – Comunicação e Direitos ao longo da última década, com o objetivo de contribuir para o aprimoramento da cobertura jornalística.