08 de Agosto de 2013
USP vai aderir à avaliação do governo federal

Veículo: 
O Estado de S. Paulo

A Universidade de São Paulo (USP) vai participar de forma experimental, nos próximos três anos, do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), avaliação federal do ensino superior. Indicada em rankings internacionais como a melhor universidade do País, a USP era a única estadual paulista que ainda não participava do Enade. Os resultados de seus cursos não serão divulgados. Os alunos poderão faltar ao exame, ao contrário do que ocorre nas outras escolas. Hoje, quem não faz o exame tem dificuldades para obter o certificado. A USP rejeita o Enade desde 2004, ano em que substituiu o Provão. A instituição não concordava com a metodologia, principalmente porque a participação era por amostra. Em 2009, o Enade foi universalizado e a USP continuou sem aderir. Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), os resultados da avaliação na USP serão usados no desenvolvimento de estudos e pesquisas sobre matrizes e instrumentos do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes).

Patrocínio
Publicações
O guia procura orientar os profissionais de comunicação para uma cobertura qualificada e contextualizada do tema oferecendo referências às políticas públicas, esclarecendo conceitos e sugerindo fontes.