06 de Novembro de 2015
SP: Secretaria de Assistência Social faz 138 abordagens de trabalho infantil

Veículo: 
A TRIBUNA.com.br

Chegou a 138 o número de abordagens feitas pela equipe da Secretaria de Assistência Social (Seas) a crianças e adolescentes que trabalharam nos três cemitérios municipais e seu entorno, no domingo (1º) e no feriado de Finados. A ação fez parte da campanha de combate ao trabalho infantil “Poupe a criança de um futuro ruim. Não dê esmola”. Foram 54 abordagens no primeiro dia e 84 no segundo. No Cemitério do Paquetá ocorreram 19; Saboó, 55 e na Areia Branca, 64. Desse total, 31 eram moradores de São Vicente. Agora, os dados começam a ser cruzados para verificar eventuais casos de reincidência e confirmar informações prestadas pelos próprios jovens. A Seas vai encaminhar as famílias para acompanhamento no Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), visando a inserção em programas de transferência de renda (Nossa Família, Renda Cidadã ou Bolsa Família), em cursos e/ou programas de preparação para o mundo do trabalho. Os casos de São Vicente serão direcionados à unidade social da cidade vizinha.

Campanha

A campanha de combate ao trabalho infantil inclui publicidade nos ônibus municipais, em jornais e rádios, no mobiliário urbano, além da distribuição de 5 mil panfletos e 500 cartazes. A iniciativa é financiada pelo Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS) e apoio da Comissão Municipal de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil e Proteção ao Adolescente Trabalhador (CMPETI).

Serviço

Denuncie o trabalho infantil pelo Disque 100 ou 0800-177766 

 

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Este guia integra uma série de publicações editadas pela ANDI – Comunicação e Direitos ao longo da última década, com o objetivo de contribuir para o aprimoramento da cobertura jornalística.