14 de Maio de 2013
SP: Estado capacitará entidade para tratamento de adolescente dependente

Veículo: 
Folha de S. Paulo

O governo de São Paulo planeja capacitar entidades para o tratamento de crianças e adolescentes dependentes químicos. Hoje, segundo a Secretaria de Desenvolvimento Social, há 1.398 meninos e meninas dependentes de drogas internados em 58 abrigos cofinanciados pelo Poder Executivo. Por mês, o governo gasta cerca de R$ 900 mil com esse atendimento. O dinheiro provém do Fundo Estadual de Assistência Social. Na semana passada, o governo Geraldo Alckmin (PSDB) lançou uma "bolsa anticrack", no valor mensal de R$ 1.350, que exclui o atendimento aos jovens. Oficialmente, esse programa foi batizado de Cartão Recomeço. Essa exclusão, porém, foi proposital, de acordo com o secretário de Desenvolvimento Social, Rodrigo Garcia. Segundo ele, os jovens não foram incluídos no programa porque o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) proíbe que eles sejam internados com adultos. "O tratamento de jovens e adultos é diferente. Se as prefeituras acharem necessário, vamos criar cursos de capacitação para atender jovens".

Patrocínio
Publicações
O guia procura orientar os profissionais de comunicação para uma cobertura qualificada e contextualizada do tema oferecendo referências às políticas públicas, esclarecendo conceitos e sugerindo fontes.