14 de Fevereiro de 2012
SP: Educação de estudantes deficientes é prioridade

Veículo: 
DCI OnLine

Neste ano, o Governo do Estado de São Paulo investirá cerca de R$ 110,5 milhões no atendimento a alunos autistas e com deficiências graves que não podem ser incluídos no ensino regular da rede estadual de ensino. A verba será destinada a convênios entre a Secretaria da Educação e 298 instituições assistenciais, que beneficiarão 32 mil estudantes no estado. Os recursos auxiliarão no pagamento de professores, diretores e coordenadores pedagógicos, além de serem aplicados na manutenção de salas de aula. Do total de instituições, 260 são Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais e outras 38 são entidades assistenciais que também atendem alunos com deficiência. Todas oferecem acompanhamento pedagógico e educacional para crianças com deficiência motora, visual, mental ou auditiva, e também para autistas.

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Publicação mapeia os principais riscos a que estão expostos crianças e adolescentes nas cidades-sede do Mundial 2014 e apresenta as iniciativas desenvolvidas pela sociedade brasileira para garantir os direitos fundamentais desses grupos etários.