22 de Setembro de 2015
Salvador ganha praça adaptada para pessoas com deficiência

Veículo: 
A Tarde

Sentir o vento no rosto a cada balanço da gangorra fez Sérgio Santana, 19 anos, experimentar uma sensação de liberdade que nunca havia sentido antes. Foi a primeira vez que ele pôde brincar em um parque infantil. Seria um acontecimento tardio na vida de qualquer garoto, mas para ele, que tem paralisia cerebral, a simples brincadeira tem sabor de conquista. Sérgio é uma das 420 pessoas atendidas pelo Núcleo de Atendimento à Criança com Paralisia Cerebral (NACPC), entidade sem fins lucrativos, que recebeu um parque adaptado para crianças e adolescentes com deficiência. O espaço de lazer foi entregue pelo prefeito ACM Neto,  em solenidade realizada, nesta segunda-feira, 21, na sede da instituição, no Alto de Ondina. O evento marcou as comemorações pelo Dia Nacional e Municipal da Pessoa com Deficiência, celebrado em 21 de setembro. Esse é o primeiro equipamento adaptado ao público infantojuvenil com necessidade especial na cidade. Embora funcione dentro de uma instituição, ficará aberto à comunidade das 8h às 17h,  diariamente. O espaço é composto por um deck de madeira com rampas que facilitam as atividades. Todos os brinquedos são adaptados para  crianças que usam cadeira de rodas. A área pode ser utilizada por até seis pessoas de uma só vez. De acordo com o fundador e presidente do NACPC, Pedro Guimarães, a instalação do parque  dentro da instituição vai proporcionar muito mais que diversão: vai promover a inclusão das crianças portadoras de deficiência. "Quando colocamos crianças com e sem deficiência para conviverem no mesmo espaço, estamos ensinando a elas a importância de cultivar o respeito ao próximo", disse Guimarães. Para Jamile Santana, 35, mãe de Sérgio, oferecer diversão ao filho é proporcionar-lhe qualidade de vida, apesar das limitações. "Meu filho é um vitorioso e merece ser recompensado por isso todos os dias. Por isso é tão importante que eles e os colegas possam brincar, como qualquer outro jovem", disse emocionada, enquanto assistia ao filho brincar na gangorra. Conforme o prefeito ACM Neto, o modelo utilizado no parque do NACPC deverá ser implantado em outras áreas de lazer da cidade. "Esse trabalho feito aqui para crianças e adolescentes com deficiência é algo pioneiro em todo o Brasil. Se não houver impedimento legal relacionado a patentes, vamos espalhar espaços desse tipo em outros locais da cidade", afirmou.

Programação

Na capital baiana, o Dia Nacional e Municipal da Pessoa com Deficiência será lembrado até o próximo dia 27, com a I Semana Cultural Acessível. Realizado pelo Espaço Xisto em parceria com o grupo Perspectivas em Movimento, o evento foi aberto nesta segunda-feira, com o debate Arte para Sentir, Políticas para Incluir e a exibição de filmes. A programação segue nesta terça-feira, 22, com a roda de conversa E por Falar em Acessibilidade, além de oficina e show. Nos três dias seguintes,  haverá oficinas de formação em acessibilidade, além de aulas de dança, diversas apresentações musicais e espetáculos teatrais até o final da semana.

 

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Publicação mapeia os principais riscos a que estão expostos crianças e adolescentes nas cidades-sede do Mundial 2014 e apresenta as iniciativas desenvolvidas pela sociedade brasileira para garantir os direitos fundamentais desses grupos etários.