16 de Fevereiro de 2017
RS: Maria do Rosário defende mutirão para adoção de crianças abrigadas

Veículo: 
Brasil 247

A deputada federal Maria do Rosário (PT-RS) pediu nesta quarta-feira (15) apoio à presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, para a realização de um mutirão nacional que agilize a adoção de crianças e adolescentes abrigadas.

Rosário lembra que em muitos casos a Lei da Adoção, que prevê um tempo máximo de dois anos de abrigagem, não é cumprida. "Se todas as forças institucionais brasileiras estiveram unidas nesta causa, mais crianças ganharão famílias", destacou a deputada, que é coordenadora da Frente Parlamentar em Defesa da Criança e do Adolescente na Câmara.

Dados oficiais contabilizam 45 mil abrigadas no País, sendo cinco mil no Rio Grande do Sul. Cármen Lúcia afirmou que o tema é uma prioridade do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), órgão que ela também preside.

Cerca de 33 mil famílias estão cadastradas no programa de adoção do CNJ. Também participaram da audiência a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) e a deputada federal Érica Kokay (PT-DF).

 

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Publicação mapeia os principais riscos a que estão expostos crianças e adolescentes nas cidades-sede do Mundial 2014 e apresenta as iniciativas desenvolvidas pela sociedade brasileira para garantir os direitos fundamentais desses grupos etários.