03 de Fevereiro de 2020
RR: Servidoras ganham direito a licença-maternidade de 07 meses

Veículo: 
Folha de Boa Vista

As servidoras da Prefeitura de Boa Vista têm direito a sete meses de licença-maternidade. Este ano, 258 mulheres, servidoras municipais, já estão sendo beneficiadas com a licença-maternidade estendida de sete meses. Dessas, 152 se encontram de licença-maternidade e outras 106 servidoras municipais estão grávidas. A medida, que entrou em vigor neste mês, já está trazendo benefícios para várias mães, dentre elas a enfermeira Marinete Gomes, funcionária da Secretaria Municipal de Saúde, e sua filha Mirella, que estão juntas em casa com amamentação exclusiva há sete meses. 

Marinete voltaria ao trabalho dia seis de janeiro, no entanto, com a licença estendida, está tendo a oportunidade de ficar com a filha mais trinta dias. Neste período, o vínculo afetivo, o desenvolvimento e a aprendizagem da criança estão sendo fortalecidos. Além disso, a mãe está tendo a oportunidade de acompanhar de perto a introdução alimentar correta da bebê. 

Marinete vem aproveitando todo o tempo para ficar mais próxima da filha. No quarto da bebê, as cores e os brinquedos deixam o ambiente mais aconchegante. Segundo ela, a ideia é fazer com que Mirella se acostume com o ambiente que ficará boa parte do tempo quando a mãe estiver ausente. “Estou aproveitando bastante esse último mês”, concluiu. 

A pequena Mirella já chegou à fase de comer alguns alimentos, que estão servindo para reforçar a alimentação. “É gratificante demais passar mais esse tempo com minha filha, e logo agora que ela precisa da minha ajuda para iniciar a fase de comer alguns alimentos. Só quem é mãe vai entender a importância que é ter mais um mês de licença-maternidade para ficar com o filho”, contou.

Benefícios para mães e filhos – A ampliação da licença-maternidade, de 6 para 7 meses, permite que a mãe tenha a possibilidade de estender a amamentação exclusiva, que vai até os seis meses de vida do bebê, além de facilitar o processo de introdução alimentar no 7º mês. Os benefícios também incluem o fortalecimento do vínculo, melhor desenvolvimento do cérebro do bebê, fortalecimento emocional da criança e da mãe e maior desenvolvimento afetivo, cognitivo e de aprendizagem.

Prefeitura é a única do país a conceder 7 meses de licença

A lei de autoria do Executivo, que aumenta de seis para sete meses o período de licença-maternidade para todas as servidoras municipais, foi sancionada em dezembro de 2019, tornando Boa Vista a única cidade do Brasil a garantir a licença-maternidade por esse período. A Prefeitura de Boa Vista possui 7.069 servidoras. 

A medida faz parte da política pública de primeira infância de Boa Vista, que teve início em 2013 com o programa Família que Acolhe. As ações voltadas ao tema têm como principal objetivo construir uma cidade mais acolhedora e que promova o desenvolvimento integral das crianças.

Os investimentos na nessa fase, que compreende os seis primeiros anos de vida, fazem com que Boa Vista seja referência para o Brasil e o Mundo, sendo reconhecida como a Capital da Primeira Infância. 

No Brasil: Para se ter uma ideia, das 27 capitais brasileiras, 4 delas garantem apenas quatro meses de licença (João Pessoa, Teresina, Porto Alegre e Florianópolis); outras 22 prefeituras dão 6 meses de licença e apenas Boa Vista garante 7 meses.

Patrocínio
Publicações
Publicação mapeia os principais riscos a que estão expostos crianças e adolescentes nas cidades-sede do Mundial 2014 e apresenta as iniciativas desenvolvidas pela sociedade brasileira para garantir os direitos fundamentais desses grupos etários.