13 de Agosto de 2013
RJ: Protesto de professores termina em tumulto

Veículo: 
Correio 24 Horas online

A expulsão por policiais de aproximadamente 30 professores do Palácio Guanabara, depois de audiência com o vice-governador Luiz Fernando Pezão, foi o estopim para que mais um protesto em frente à sede do governo terminasse em tumulto. A confusão começou quando um grupo decidiu permanecer no palácio, ao fim da reunião, e foi retirado à força por PMs. Havia cerca de 300 manifestantes do lado de fora e alguns deles derrubaram as grades que cercavam o palácio, ao verem os professores serem empurrados e arrastados. Policiais usaram spray de pimenta, bala de borracha e bombas de efeito moral. O confronto se espalhou pelas ruas de Laranjeiras.  Os professores estão em greve desde o dia 9. Eles se reuniram nesta segunda-feira, 12, com Pezão e o subsecretário de Educação, Antonio Neto. Insatisfeitos com o resultado do encontro, um grupo decidiu permanecer no Palácio.

Patrocínio
Publicações
Publicação mapeia os principais riscos a que estão expostos crianças e adolescentes nas cidades-sede do Mundial 2014 e apresenta as iniciativas desenvolvidas pela sociedade brasileira para garantir os direitos fundamentais desses grupos etários.