18 de Julho de 2013
RJ: Carioca vive em periferia insalubre, diz Santa Sé

Veículo: 
A notícia foi publicada nos principais jornais do País

Parte importante da população carioca vive em uma "periferia insalubre". O alerta sobre a capital escolhida para acolher o papa Francisco durante a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) é do Vaticano. No guia oficial preparado pela Santa Sé, que será distribuído a partir desta quinta-feira, 18, aos jornalistas internacionais e religiosos que acompanharão o pontífice, a capital fluminense não é só alvo de elogios e é destacada pela desigualdade social. "O Rio apresenta uma realidade contrastante: a cidade moderna com seus arranha-céus e com ruas arborizadas, e a periferia insalubre", destaca o guia, produzido pela Rádio Vaticano. De acordo com o texto, as favelas têm a "mais básica infraestrutura". Francisco optou por incluir a visita a uma favela e pediu que o encontro com a comunidade não ocorresse às pressas para que possa estar perto dos mais necessitados. O pontificado tem sido marcado por mensagens sociais e atenção aos pobres. No Brasil, ele falará sobre as contradições da sociedade.

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Este guia integra uma série de publicações editadas pela ANDI – Comunicação e Direitos ao longo da última década, com o objetivo de contribuir para o aprimoramento da cobertura jornalística.