29 de Agosto de 2013
RJ: Após 20 anos da chacina de Vigário Geral, rastro é de abandono

Veículo: 
O Dia

Para os moradores, parece que a noite de 29 de agosto de 1993 nunca acabou. A sensação é que o rastro de sangue e dor provocado pela Chacina de Vigário Geral foi simplesmente deixado de lado. Os que levam na memória as cenas dos crimes e dezenas de promessas feitas nos últimos 20 anos garantem que o panorama na favela que leva o nome do bairro é o mesmo. Entre reclamações da falta de saneamento, escolas e postos de saúde, o eco das armas continua a ditar as leis no local, abandonado. A Secretaria Municipal de Educação disse que finaliza instalação de aparelhos de ar na Jorge Gouvêa, e a Secretaria Estadual de Educação comunicou que há projeto de criação de unidade de Ensino Médio, mas em Parada de Lucas, em 2015. A Secretaria Municipal de Saúde pretende inaugurar duas Clínicas da Família na região até 2016.

Patrocínio
Publicações
O guia procura orientar os profissionais de comunicação para uma cobertura qualificada e contextualizada do tema oferecendo referências às políticas públicas, esclarecendo conceitos e sugerindo fontes.