25 de Junho de 2013
RJ: Alunos ainda estão sem uniforme escolar, sem material e sem RioCard

Veículo: 
Extra Online

Entre os tantos cartazes com reivindicações da população, nos protestos que têm mobilizado o Rio e o Brasil, um chamou atenção há uma semana: a pequena Isadora Silva, de seis anos, escreveu e levantou sua bandeira em frente à Assembleia Legislativa do Rio, exigindo melhores condições de ensino. Ontem (24), no colégio da menina, a Escola Municipal Augusto Paulino Filho, no Méier, e em outras três unidades de São Gonçalo, as reclamações de Isadora - falta de uniforme, de RioCard e de material escolar - encontraram eco. Bruno José Alves, de 11 anos, conta que convive desde o início do ano letivo com esses problemas no Méier. Com o RioCard bloqueado, o estudante do Lins depende da boa vontade dos motoristas de ônibus para liberar a porta traseira e fazer o percurso de dois quilômetros até a escola e de volta para casa. Em nota, a Secretaria municipal de Educação afirmou que sobram ou faltam peças do uniforme de acordo com a variação de alunos. A secretaria negou problemas no RioCard dos alunos.

Patrocínio
Publicações
Publicação mapeia os principais riscos a que estão expostos crianças e adolescentes nas cidades-sede do Mundial 2014 e apresenta as iniciativas desenvolvidas pela sociedade brasileira para garantir os direitos fundamentais desses grupos etários.