24 de Maio de 2013
Prótese impressa em 3D salva a vida de bebê

Veículo: 
A notícia foi publicada nos principais jornais do País

Nascido com um defeito congênito, o norte-americano Kaiba Gionfriddo, de 20 meses, parava de respirar e tinha que ser ressuscitado todos os dias, deixando os médicos pessimistas quanto a seu prognóstico. Isso até que teve uma prótese implantada no local, respirando normalmente pela primeira vez na vida. Fabricado especialmente para Kaiba com uma impressora em três dimensões usando um material que pode ser absorvido pelo corpo, o implante é mais um fruto dos avanços recentes da tecnologia de impressão em 3D, que prometem revolucionar áreas tão diversas quanto a medicina e a indústria aeroespacial. Os médicos entraram em contato com Glenn Green, professor de otorrinolaringologia pediátrica da Universidade de Michigan, que junto com Scott Hollister, também professor da instituição, rapidamente obteve autorização especial da FDA, a agência americana que regula alimentos e remédios, para criar a prótese, que serve como uma espécie de tala para proteger e manter aberta a região da traqueia, e operar o bebê.

Patrocínio
Publicações
Publicação mapeia os principais riscos a que estão expostos crianças e adolescentes nas cidades-sede do Mundial 2014 e apresenta as iniciativas desenvolvidas pela sociedade brasileira para garantir os direitos fundamentais desses grupos etários.