16 de Junho de 2016
Projeto propõe combate à violência contra crianças e jovens em ilhas

Veículo: 
Globo.com

Um projeto coordenado pela Promotoria de Justiça da Infância e Juventude de Ananindeua, em parceria com o ProPaz e rede de atendimento à criança e ao adolescente, irá auxiliar na identificação, prevenção e combate ao abuso sexual contra crianças e adolescentes que vivem nas ilhas do município de Ananindeua, na Grande Belém.

De acordo com o promotor Carlos Eugênio Rodrigues, a proposta surgiu a partir de relatos de abuso sexual de crianças e adolescentes residentes na comunidade Nova Esperança, denunciados pelas lideranças comunitárias do Curuçambá ao Conselho Tutelar I, que encaminhou o caso ao ProPaz, Creas II, equipe volante do CRAS Curuçambá e ao Ministério Público.

Após visitarem o local, os representantes dos órgãos colheram depoimentos e constataram a ocorrência de diversas situações de violência sexual contra crianças e jovens nas ilhas de Ananindeua que ainda não foram informadas às autoridades em razão do medo dos moradores em denunciar os agressores. 

“Consideramos importante que as ações desenvolvidas sigam uma perspectiva multiprofissional, interdisciplinar e intersetorial, criando, de fato, uma rede de proteção às vítimas de violência sexual nas ilhas de Ananindeua”, destacou o promotor sobre o mecanismo de execução das ações.

Articulação
A primeira atividade do projeto será o fortalecimento da rede de atendimento através da realização do curso “Formação para os atores sociais envolvidos com o sistema de garantia de direitos da criança e adolescentes no município de Ananindeua”.

A proposta é mobilizar, formar e treinar líderes comunitários, professores, líderes religiosos, e agentes de saúde para identificar e denunciar a violência sexual contra crianças e adolescentes e atuar na prevenção dessa violência, numa perspectiva de fortalecimento da rede e de continuidade ao atendimento.

A rede sugere ainda ações de articulação, conexão, vínculo, ações complementares, relações horizontais entre os parceiros, interdependência de serviços para garantir a totalidade da atenção aos segmentos sociais vulneráveis ou em situação de risco social ou pessoal. Além de levar informações às comunidades das Ilhas de Ananindeua, de como prevenir, identificar e combater a violência sexual contra crianças e adolescentes.

 

Patrocínio
Petrobras
Publicações
O guia procura orientar os profissionais de comunicação para uma cobertura qualificada e contextualizada do tema oferecendo referências às políticas públicas, esclarecendo conceitos e sugerindo fontes.