17 de Fevereiro de 2016
Projeto do Ministério Público dissemina cultura de paz nas escolas

Veículo: 
Veículo não definido

A volta às aulas é um momento oportuno para discutir a cultura de paz no ambiente escolar. Alegria para alguns ao reencontrar os amigos, conhecer os professores e a turma. Para outros, o retorno à escola pode ser mais traumático. Conflitos ocorrem com frequência no ambiente que deveria ser cercado de cordialidade e educação. O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios está atento a essa situação e, em 2005, criou o Grupo de Apoio à Segurança Escolar (Gase) para disseminar a cultura de paz na comunidade escolar. Dados da Polícia Militar apontam que as ocorrências mais comuns são de uso e porte de drogas (32%), roubo (22%) e ameaças (11%). Quase 70% dos crimes acontecem fora da escola, geralmente perto dos horários de entrada e saída dos alunos. O objetivo é fiscalizar a atuação do Distrito Federal na execução de políticas públicas de enfrentamento à violência nas escolas e contribuir para a construção de redes entre o poder público, as entidades não-governamentais, as escolas e a comunidade. A experiência do Gase tem demonstrado que, entre as atividades de prevenção à violência, são indispensáveis aquelas que convidem o aluno a exercer uma liderança positiva, além de práticas desportivas, artísticas e de lazer. Em 2012, o MPDFT produziu uma cartilha sobre o trabalho do Gase. Entre as sugestões de práticas positivas estão a adoção do recreio orientado, do teatro, da rádio-escola e do uso do uniforme. A promotora de Justiça de Defesa da Educação Márcia da Rocha, coordenadora do Gase, reforça a importância de ações como a do grupo para construir um ambiente escolar saudável onde crianças e adolescentes encontrem apoio para superar os problemas. "Os desafios da vida em comunidade impõem muito diálogo e parceria para superação de problemas como os causados pelas práticas de ações violentas, de desrespeito ou de incivilidade dentro do ambiente escolar. O Gase é um parceiro que se apresenta na busca de soluções proativas ou de superação dessas situações”, completa.

Parceria pela paz - A mediação é uma forma de solução de conflitos na qual uma terceira pessoa, neutra e imparcial, facilita o diálogo entre as partes, para que elas construam, com autonomia e solidariedade, a melhor solução para o problema. É dessa forma que o Gase tenta solucionar os conflitos no ambiente escolar. Em 2016, terá continuidade o curso “Mediação escolar estudar em paz” para alunos de São Sebastião. A primeira edição foi realizada em dezembro de 2015. O intuito do curso é disseminar os valores da cultura de paz, dos direitos humanos e de cidadania entre os estudantes. A iniciativa é uma parceria entre o Gase, a Universidade de Brasília (UnB), o Instituto Federal de Brasília (IFB) e a Fundação Escola Superior do MPDFT (FESMPDFT). Projeto semelhante, com outros parceiros, terá início com estudantes do Núcleo Bandeirante.

 

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Publicação mapeia os principais riscos a que estão expostos crianças e adolescentes nas cidades-sede do Mundial 2014 e apresenta as iniciativas desenvolvidas pela sociedade brasileira para garantir os direitos fundamentais desses grupos etários.