05 de Agosto de 2013
Presidente sanciona lei sobre combate à tortura

Veículo: 
A notícia foi publicada nos principais jornais do País

A presidente Dilma Rousseff sancionou na sexta-feira (2) a lei que cria o Sistema Nacional de Prevenção e Combate à Tortura. Segundo a ministra de Direitos Humanos Maria do Rosário, a ideia é que, até o início de 2014, um grupo de peritos comece a atuar para investigar casos de tortura.O projeto, aprovado no mês passado no Congresso, institui um controle externo de presídios, penitenciárias, delegacias, casas de custódia, instituições socioeducativas de adolescentes, asilos e hospitais psiquiátricos. "Nós temos que admitir tristemente que a tortura não ficou restrita ao período da ditadura militar. Ela permanece ocorrendo", disse a ministra. "Agora, teremos instrumentos concretos para investigar e fazer a perícia de quem sofre tortura no País." Hoje os presídios são fiscalizados pelo Conselho Nacional de Justiça, mas não há regularidade nem obrigatoriedade nessas operações.

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Este guia integra uma série de publicações editadas pela ANDI – Comunicação e Direitos ao longo da última década, com o objetivo de contribuir para o aprimoramento da cobertura jornalística.