08 de Outubro de 2013
PR: Ensino regular vai acolher até 80% dos alunos com deficiência

Veículo: 
Gazeta do Povo

Embora a meta 4 do Plano Nacional de Educação (PNE) trace um cenário de inclusão para que, até 2016, todos os alunos com deficiência estejam matriculados em escolas regulares, a Secretaria da Educação do Paraná percorre no estado um caminho paralelo ao do Ministério da Educação (MEC). O ensino regular paranaense deve receber no máximo 80% desse público. O vice-governador e secretário da Educação, Flávio Arns, defende que os 20% restantes, com deficiências mais acentuadas, não se beneficiariam com esse tipo de inclusão. Para ele, há pessoas cujas necessidades não podem ser atendidas em escolas comuns, dependendo de atenção especial de entidades e profissionais especializados. Nesses casos, a decisão deve ser adotada entre pais, pedagogos e, quando necessário, médicos e terapeutas. O grande objetivo em relação à pessoa com deficiência é que ela esteja incluída socialmente, na família, na comunidade e no trabalho, desenvolvendo sempre seu potencial, afirma.

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Este guia integra uma série de publicações editadas pela ANDI – Comunicação e Direitos ao longo da última década, com o objetivo de contribuir para o aprimoramento da cobertura jornalística.