03 de Janeiro de 2012
Pesquisa mostra que professores não sabem elaborar provas

Veículo: 
Revista Época

A maioria dos professores ainda têm dificuldades em elaborar provas que avaliem o aprendizado de forma eficaz. Isto é o que mostra um estudo comparativo realizado na região pelo uruguaio Pedro Ravela, da Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica do Uruguai. Ravela entrevistou 160 docentes de escolas com bom desempenho nos exames da Unesco (que avaliam alunos da educação fundamental de 17 países da América Latina) e analisou as provas elaboradas por eles. “Os professores cobram apenas o conteúdo decorado”, diz. Além disso, outros dois problemas foram apontados: os professores não debatem as questões com os alunos após a correção e corrigem as provas de forma subjetiva e arbitrária. A pesquisa não incluiu o Brasil, mas, segundo Maria Márcia Malavasi, coordenadora do curso de pedagogia da Universidade Estadual de Campinas, esse é um problema que também afeta as escolas brasileiras.

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Este guia integra uma série de publicações editadas pela ANDI – Comunicação e Direitos ao longo da última década, com o objetivo de contribuir para o aprimoramento da cobertura jornalística.