22 de Julho de 2013
PE: Riscos para a saúde de mãe e filho

Veículo: 
Diário de Pernambuco

Estudo desenvolvido nos últimos dois anos pelo pesquisador do Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira, João Guilherme Alves, foi constatado que há até duas vezes mais risco para mãe e feto no caso de meninas de até 15 anos que as de faixas etárias mais elevadas. Os problemas incluem complicações causadas por diabetese hipertensão. "Como a pélvis das mães ainda não está totalmente desenvolvida, há complicações para o desenvolvimento do bebê que também comprometem a saúde da jovem", explica João Guilherme. Cerca de 20% dos partos de nascidos vivos no estado em 2012 foram de mães adolescentes. Alves acrescenta que num dos polos especializados em gestantes, o Instituto Materno Infantil de Pernambuco (Imip), uma em cada quatro mulheres que procuram atendimento por estarem grávidas têm menos de 18 anos. "Na maioria dos casos, as gestantes ainda vivem com os pais e possuem uma renda familiarde pouco mais de um salário mínimo por mês", conclui o pesquisador.

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Este guia integra uma série de publicações editadas pela ANDI – Comunicação e Direitos ao longo da última década, com o objetivo de contribuir para o aprimoramento da cobertura jornalística.