13 de Novembro de 2013
PE: Ações tentam inibir o trabalho infantil

Veículo: 
Jornal do Commercio

Acionada judicialmente pelo Ministério Público do Trabalho (MPT), em Pernambuco, por falta de políticas de combate ao trabalho infantil, a Prefeitura do Recife (PE) apresentou à entidade, na terça-feira (12), um plano de ação que pode gerar acordo entre as partes. O projeto inclui o lançamento de editais de seleção técnica, até o fim do ano, para implantar um serviço de fortalecimento de vínculos familiares e centros da criança e do adolescente, com meta de 5,4 mil atendimentos. O conceito atual é o de trabalhar a família, não apenas a criança. "Vamos fazer isso junto aos CRAS [Centros de Referência e Apoio Social], com foco em vítimas de violência doméstica e abuso sexual", explicou a secretária de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos do Recife, Ana Rita Suassuna. O serviço será prestado por entidades que tenham equipe técnica adequada, incluindo psicólogos, pedagogos e assistentes sociais. A criação de centros da criança e do adolescente tem o objetivo de complementar ações de contraturno, oferecendo atividades lúdicas, esportivas e educativas.

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Este guia integra uma série de publicações editadas pela ANDI – Comunicação e Direitos ao longo da última década, com o objetivo de contribuir para o aprimoramento da cobertura jornalística.