22 de Julho de 2013
Passe livre deve marcar volta do recesso no Senado

Veículo: 
A notícia foi publicada nos principais jornais do País

A lei do passe livre deve ser um dos primeiros debates no Senado em agosto, com o fim do recesso parlamentar. Pelo projeto, estudantes do ensino fundamental, médio e superior matriculados no País, podem usar o transporte público coletivo, como ônibus e metrô, sem pagar pelo serviço. Apesar da grande expectativa sobre a aprovação, senadores querem mais tempo para avaliar o quanto, em dinheiro, significaria a gratuidade e quais fontes poderiam ser usadas para custear o direito. O autor da matéria, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), propôs que a gratuidade seja custeada com dinheirodos royalties do petróleo, mas essa é a mesma fonte sugerida pelos parlamentares para garantir a melhoria dos serviços de saúde e educação. O passe livre é um dos temas da agenda de trabalho intensificada no Senado, desde o início das manifestações que ganharam as ruas do País.

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Este guia integra uma série de publicações editadas pela ANDI – Comunicação e Direitos ao longo da última década, com o objetivo de contribuir para o aprimoramento da cobertura jornalística.