06 de Março de 2013
Papel da comunicação na formação de crianças e adolescentes é tema de seminário

Veículo: 
Diário de Pernambuco

 

Cerca de 250 especialistas brasileiros e de outros países, além de representantes do governo, de organismos de cooperação internacional, de empresas de comunicação e de centros de pesquisa, reúnem-se a partir de hoje (6) para discutir o papel estratégico das ferramentas de comunicação nos processos de inclusão social e nas condições de formação e socialização de crianças e adolescentes. Por três dias, durante o Seminário Internacional Infância e Comunicação Direitos, Democracia e Desenvolvimento, serão debatidos temas como a publicidade dirigida às crianças e aos adolescentes, os sistemas de classificação etária no campo da comunicação e as políticas de inclusão digital.
 
Troca de experiências – De acordo com o secretário executivo da ANDI – Comunicação e Direitos, Veet Vivarta, responsável pela organização do seminário, no Brasil há uma "defasagem muito grande" no que se refere ao marco legal no campo das comunicações. Em sua avaliação, a troca de experiências com outros países pode ajudar o Brasil a avançar no tema, garantindo o equilíbrio entre o respeito às liberdades de expressão e de informação e a proteção dos direitos humanos de crianças e adolescentes.
Patrocínio
Petrobras
Publicações
Este guia integra uma série de publicações editadas pela ANDI – Comunicação e Direitos ao longo da última década, com o objetivo de contribuir para o aprimoramento da cobertura jornalística.