14 de Julho de 2014
Papa estima que 2% dos clérigos sejam pedófilos

Veículo: 
Jornal de Brasília Online

O papa Francisco disse que estatísticas críveis indicam que cerca de 2% dos clérigos da Igreja Católica são pedófilos, algo insustentável e que Francisco prometeu combater com a severidade necessária. Em uma conversa com o fundador do jornal diário italiano La Repubblica, Eugenio Scalfari, publicada neste domingo (13), o papa define o abuso sexual de crianças e adolescentes como uma "lepra", a qual a Igreja deve erradicar. "Muitos de meus auxiliares que combatem (a pedofilia) comigo garantem que dados críveis avaliam que a pedofilia dentro da igreja atinge o patamar de 2%", disse o papa segundo a reportagem. Muitos na igreja "sabem e ficam calados. Eles punem, mas não revelam o motivo", acrescentou. Na última segunda-feira (7), Francisco encontrou-se com vítimas de abuso sexual por clérigos pela primeira vez desde que se tornou papa, pedindo pelo perdão e que os líderes da igreja assumam a responsabilidade pela proteção de crianças e adolescentes.

Patrocínio
Publicações
Publicação mapeia os principais riscos a que estão expostos crianças e adolescentes nas cidades-sede do Mundial 2014 e apresenta as iniciativas desenvolvidas pela sociedade brasileira para garantir os direitos fundamentais desses grupos etários.