20 de Junho de 2013
PA: Sem UTI, bebê morre

Veículo: 
Amazônia Jornal

O bebê de três meses que aguardava leito em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) desde a quinta-feira da semana passada, no Pronto-Socorro do Guamá, morreu ontem (19). O menino estava hospitalizado com pneumonia grave e teve três paradas cardíacas na última terça-feira. A família procurou a Promotoria da Infância e da Juventude, que prometeu interceder ontem para apressar a transferência do menino para uma UTI. A criança morreu antes. Outro bebê, de quatro meses, que sofre de broncodisplasia, uma doença pulmonar crônica, espera há dois meses por um leito pediátrico no Pará, pelo Sistema Único de Saúde (SUS). De acordo com a família da criança, ele já possui cadastro na central de leitos do SUS, mas até agora ainda não teria conseguido uma vaga em UTI na rede pública de saúde. Segundo a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), no Pará existem apenas 89 leitos de UTI Neonatal e 61 leitos pediátricos, número que parece ser insuficiente para atender à demanda de pacientes.

Patrocínio
Publicações
Este guia integra uma série de publicações editadas pela ANDI – Comunicação e Direitos ao longo da última década, com o objetivo de contribuir para o aprimoramento da cobertura jornalística.