09 de Julho de 2014
Obama pedirá US$ 3,7 bi para enfrentar imigração de crianças

Veículo: 
Gazeta do Povo

O presidente norte-americano Barack Obama pediu nesta terça-feira (8) ao Congresso US$ 3,7 bilhões a mais para fazer frente à crise humanitária gerada pela chegada em massa de crianças centro-americanas e adultos à fronteira Sul do país, informou a Casa Branca. Se forem autorizados, os fundos serão destinados a ampliar os recursos nos centros onde crianças e adolescentes estão detidos, enviar mais juízes de imigração à fronteira e aumentar os esforços de segurança no México e América Central. "Peço ao Congresso para atuar rapidamente para considerar este importante pedido", disse Obama em carta enviada ao presidente da Câmara dos Representantes, o republicano John Boehner. Os fundos incluem US$ 1,5 bilhão para o Departamento de Segurança Nacional; US$ 1,8 bilhão para o de Saúde e Serviços Humanos; US$ 300 milhões para o Departamento de Estado; e US$ 64 milhões para o da Justiça. O primeiro US$1,5 bilhão inclui US$1,1 bilhão para a Agência de Imigração e Alfândegas (ICE) e será dedicado a acelerar a deportação dos adultos que em alguns casos acompanham às crianças imigrantes, gerar "alternativas à detenção" das crianças e adolescentes e aumentar a presença de agentes de controle da fronteira na Guatemala, El Salvador e Honduras.

Patrocínio
Petrobras
Publicações
O guia procura orientar os profissionais de comunicação para uma cobertura qualificada e contextualizada do tema oferecendo referências às políticas públicas, esclarecendo conceitos e sugerindo fontes.