09 de Maio de 2013
MT: 66% dos professores são contratados

Veículo: 
Diário de Cuiabá

O Estado de Mato Grosso é o segundo do País com maior número de professores da rede estadual de ensino que não são concursados. Conforme dados do censo escolar realizado no ano passado pelo Ministério da Educação, 66% dos 21 mil docentes do estado são contratados. Espírito Santo é a única unidade da federação com uma porcentagem maior que a de Mato Grosso. Por lá, 71% dos professores da rede estadual não são concursados. Na avaliação de especialistas, o alto número de docentes temporários, no geral, prejudica a qualidade do ensino público. Para o educador José Carlos de Oliveira Prado, da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), a situação favorece a descontinuidade do processo pedagógico, comprometendo o aprendizado e desempenho dos alunos. “Os professores temporários, em sua esmagadora maioria, migram muito de escola para escola, além de terem uma carga horária semanal de trabalho 10 horas mais puxada”, pontua.

Patrocínio
Petrobras
Publicações
O guia procura orientar os profissionais de comunicação para uma cobertura qualificada e contextualizada do tema oferecendo referências às políticas públicas, esclarecendo conceitos e sugerindo fontes.