28 de Março de 2017
Movimento Pró-Criança prepara jovens para o esporte

Veículo: 
Folha de Pernambuco

Uma das artes marciais mais praticadas no mundo, o judô é um esporte de combate voltado principalmente para o fortalecimento físico e mental, além do desenvolvimento de técnicas de defesa pessoal. O que algumas pessoas não sabem é que mais do que uma atividade esportiva, a modalidade também é importante na inclusão da disciplina e do respeito na vida de quem a pratica. É o que acontece com os cerca de 100 jovens da equipe de judô do Movimento Pró-Criança. Levando esses valores como principal objetivo do projeto, hoje eles são referência no Estado.

Há 10 anos sob o comando do professor Marcílio Felix, o judô foi inserido no movimento Pró-Criança na unidade de Piedade. De acordo com o desempenho dos atletas, da melhora na parte disciplinar, a Diretoria deu início à arte suave na sede da Boa Vista, local de treinamento da equipe, que é dividida em grupo 1 (de 6 à 12 anos) e grupo 2 (de 13 a 20).

“Durante esses 10 anos nós tivemos diversos atletas que se destacaram aqui dentro do movimento Pró-Criança, alguns tiveram passagens em competições excelentes e conquistaram muitos títulos. Uns estão na faculdade, outros estão trabalhando e os que permanecem são os que realmente têm um interesse maior de continuar no esporte, de ser atleta, até mesmo de seguir na área como profissional de Educação Física ou ministrando aulas. A finalidade do movimento Pró-Criança e da equipe de judô é formar o cidadão, trabalhar o esporte como uma ferramenta de transformação social”, explicou Marcílio Felix.

Atual campeã pernambucana, a equipe conta com diversos judocas que se destacam e estão cada vez mais carimbados no calendário de competições nacionais. Entre eles está Matheus Lima, de 15 anos, que acabou de conquistar a vaga nas categorias sub-18 (mais de 90 kg) e sub-21, para o Campeonato Regional, que será realizado no dia 22 de abril, em Sergipe/AL. Devid Rodrigues, 15 anos, tricampeão pernambucano na categoria sub-18 (até 50 kg) e campeão regional, título conquistado ano passado, no Rio Grande do Norte. E Luciana Maria Silva, de 14 anos.

Tricampeã regional, ela foi eleita, em 2015, a terceira melhor judoca do País. Tricampeã dos Jogos Escolares de Pernambuco, Luciana já fez parte da equipe campeã dos jogos escolares nacionais.

“Fazer parte desta equipe é muito importante porque é através do esporte que você pode ter muitas oportunidades na vida. Eu consegui uma bolsa de estudos, faz dois anos que estou estudando na escola Maria Auxiliadora. Também tive a oportunidade de conhecer muitos lugares e pessoas diferentes. Sempre quando eu venho para cá me sinto bem, sou bem acolhida pelos educadores, pelos alunos”, disse Luciana.

Quando perguntada sobre seu futuro no judô, ela foi direta. “Meu maior sonho é me tornar uma faixa preta e ser campeã olímpica”, finalizou. “Eu comecei no judô com 12 anos através da minha avó que me colocou. Minha mãe não queria que eu viesse para cá porque ela achava perigoso, aí eu falei com minha avó e ela me trouxe escondido. Depois quando eu já estava matriculado a gente contou para ela”, afirmou Devid sobre o início da sua trajetória na modalidade.

Após vencer em primeiro lugar geral a primeira etapa do Campeonato Pernambucano, em Vitória de Santo Antão, o grupo se prepara para as próximas etapas da competição, que acontecem em Caruaru e Recife respectivamente e para o Campeonato Regional, em Sergipe. “Estou treinando forte, estudo de manhã e treino à tarde de segunda à sexta-feira, umas 4h por dia. Espero dar meu melhor no Regional e se for suficiente ser campeão, espero que seja eu”, ressaltou o judoca.

 

Patrocínio
Petrobras
Publicações
O guia procura orientar os profissionais de comunicação para uma cobertura qualificada e contextualizada do tema oferecendo referências às políticas públicas, esclarecendo conceitos e sugerindo fontes.