02 de Dezembro de 2014
Mortalidade infantil tem nova queda no Brasil

Veículo: 
A notícia foi publicada nos principais jornais do País

O País conseguiu mais uma redução na mortalidade infantil, na passagem de 2012 para 2013, de acordo com os dados das Tábuas Completas de Mortalidade divulgadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A taxa de mortalidade infantil, que considera crianças de até 1 ano de idade, ficou em 15 bebês para cada mil nascidos vivos em 2013. Em 2012, essa proporção era de 15,7 óbitos de crianças com menos de 1 ano para cada mil nascidos vivos. São vários os motivos: o aumento da cobertura dos programas de vacinação, do nacional de atenção ao pré-natal, do programa de aleitamento materno, a elevação do número de domicílios com saneamento básico, a melhora na higiene pública. “Tudo isso foi detectado no último Censo Demográfico”, enumerou Fernando Albuquerque, gerente da pesquisa no IBGE.

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Este guia integra uma série de publicações editadas pela ANDI – Comunicação e Direitos ao longo da última década, com o objetivo de contribuir para o aprimoramento da cobertura jornalística.