12 de Setembro de 2013
MG: Executiva suspeita de tráfico de crianças orientou mãe pelo celular

Veículo: 
Estado de Minas

A Polícia Civil investiga a participação de uma executiva de vendas como intermediadora em adoção ilegal de outras crianças além da localizada no Hospital Regional de Betim (MG). Ela foi presa em flagrante na terça-feira (10) por suspeita de envolvimento em esquema de tráfico de pessoas, quando aguardava a alta de um recém-nascido no hospital. A mãe do bebê deu entrada com documentos falsos, não quis amamentar o menino, que nasceu no domingo, e despertou a desconfiança de assistentes sociais. No smartphone da executiva de vendas, a polícia encontrou mensagens em que ela orienta a mãe a informar dados falsos e inventar uma história sobre a criança, que seria entregue a um casal de Porto Velho (RO).

Patrocínio
Petrobras
Publicações
O guia procura orientar os profissionais de comunicação para uma cobertura qualificada e contextualizada do tema oferecendo referências às políticas públicas, esclarecendo conceitos e sugerindo fontes.