27 de Novembro de 2012
MG: Capital terá mutirão para reconhecer paternidade

Veículo: 
Hoje em Dia

Pela primeira vez em Belo Horizonte (MG), um mutirão para o reconhecimento de paternidade será realizado pela Defensoria Pública. No próximo dia 7, 40 profissionais estarão mobilizados para o atendimento. Serão realizados gratuitamente o reconhecimento de paternidade espontâneo, exame de DNA para as primeiras 200 pessoas cadastradas e ações de investigação de paternidade. O projeto Direito de ter pai garante à criança e ao adolescente a colocação do nome do pai no registro de nascimento, promovendo não só o reconhecimento da paternidade mas, também, a aproximação entre os dois. "O objetivo é possibilitar a reconstrução dos vínculos afetivos, que são de extrema importância para a formação de qualquer pessoa", explicou a defensora Ana Cláudia Almeida Costa Leroy.

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Este guia integra uma série de publicações editadas pela ANDI – Comunicação e Direitos ao longo da última década, com o objetivo de contribuir para o aprimoramento da cobertura jornalística.