24 de Outubro de 2013
MA: Por causa de precariedade de escola, professores paralisam atividades

Veículo: 
O Estado do Maranhão

A maior parte dos alunos da Unidade de Educação Básica Jornalista Ribamar Bogéa, na Cidade Olímpica (MA), está sem aulas há mais de uma semana por causa de uma paralisação de professores e funcionários. Com o apoio de pais e alunos da escola, os profissionais paralisaram atividades em protesto contra as condições precárias em que a unidade de ensino está funcionando. Ainda no início de setembro, foi feita uma reunião na quadra de esporte da escola com a presença da direção, professores, pais e alunos, lideranças comunitárias e representantes do Sindicato dos Profissionais do Magistério do Ensino Público Municipal de São Luís e da Secretaria Municipal de Educação para tratar dos problemas da unidade de ensino. As reivindicações foram entregues à pasta para serem atendidas em um determinado prazo, que se encerrou no último dia 15. Como as questões não foram solucionadas, as aulas estão suspensas. Por causa da paralisação, a escola-polo e um dos anexos não estão funcionando no turno da tarde.

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Publicação mapeia os principais riscos a que estão expostos crianças e adolescentes nas cidades-sede do Mundial 2014 e apresenta as iniciativas desenvolvidas pela sociedade brasileira para garantir os direitos fundamentais desses grupos etários.